Bem-vindos a este espaço de partilha de todos para todos

Google+ Followers

segunda-feira, 18 de junho de 2018

Fluidos e Miasmas Deletérios


Fluidos e Miasmas Deletérios

Os fluidos energéticos em si são neutros. Os tipos de pensamentos e sentimentos do espírito é que lhes imprime determinadas características.
Sendo assim a pureza ou impureza dos sentimentos do emissor dos fluidos é que determinará a qualidades boa ou má dos fluidos, através da vibração.
Os maus pensamentos corrompem os fluidos espirituais, como os miasmas deletérios corrompem o ar respirável. Lembrando que bom e mau dependem do uso do pensamento/sentimento.
É com o pensamento e a vontade que o espírito age sobre os fluidos. Ele dirige-os, aglomera, dá-lhes forma, aparência, cor e pode até mudar as suas propriedades. É a grande oficina ou laboratório da vida espiritual.
A acção sobre os fluidos pode até ser inconsciente, porque basta pensar e sentir algo para causar efeitos sobre eles. Mas também pode o espírito agir conscientemente sobre os fluidos, sabendo o que realiza e como se processa o fenómeno. Algumas vezes, essas transformações resultam de uma intenção; em outras, são produto de um pensamento inconsciente.
Um miasma (astral)  é a emanação de uma vibração negativa, que causa sensação de ansiedade, opressora, e mal-estar. Imoralidade, falta de ética, desarmonia do estado mental, são as condições habituais para a instalação dos miasmas. Estes na sua larga maioria são criados e sustentados pelo seu próprio hospedeiro por via dos seus comportamentos e em percentagem menor por contágio de outras consciências, encarnadas ou desencarnadas.
O miasma deletério, é  energia poluída de efeito realmente destrutivo, que danifica, que nos é prejudicial, que interfere na saúde, que desmoraliza, perverte e corrompe o nosso ambiente e a todos que nele se encontram.
O miasma deletério afecta a nossa psicoesfera, por via de emanações electromagnéticas que alteram o nosso padrão psíquico, nosso estado emocional e o estado físico do momento.
Pelo teor deletério dos miasmas a energia que nos rodeia será contaminada (negativa) cujos fluídos acentuarão as emissões dos pensamentos e emoções fazendo com que essa irradiação nos atinja, aos outros, ao ambiente, e nos envolva dentro de uma atmosfera fluídica negativa.
As medidas a tomar são aquelas que todos conhecemos, postura correcta e correcto pensamento, ética abrangente. Estes comportamentos atraem por empatia vibratória os Seres Luminosos e Benfeitores Espirituais que nos rodeiam, e que estendem uma rede de protecção energética sobre nós e o nosso ambiente. Essa mesma protecção amortece as causas (formas pensamento) da existência dos miasmas acumulados que nos habitam, até à sua dissolução.
Mas nunca devemos esquecer que tão pronto haja descuido na nossa higiene energética o ciclo recomeça cada vez mais agravado pela fragilidade que o tempo e as causas vão deixando em nós. Entre as causas que na sociedade actual mais danos provocam são a concupiscência (sexo casual, voyeurismo social mórbido, narcisismo absoluto, devassidão, vampirismo energético) etc….
Curiosamente, ou não, além das fontes de contaminação comuns, as condições atrás descritas estão contidas no “modus operandi” generalizado e até considerado  “in“ que é a gravíssima adição às redes sociais e de grande parte da  programação televisiva.

  

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja Bem-Vindo