Bem-vindos a este espaço de partilha de todos para todos

Google+ Followers

quinta-feira, 3 de maio de 2018

Que esperais?


  

Que esperais?


Não há dúvida alguma que o vosso corpo se ressente de tudo aquilo que a mente rejeita ainda que de forma inconsciente. Actualmente são muitos os ultra sensíveis, deparais-vos com muitas situações em que pessoas que nunca tinham sofrido de alergias ou outros mal-estares estão a ter problemas com as mais variadas coisas.
Reconheçam os sinais, alertas de mudança, não só no que diz respeito a seres humanos, mas sobre tudo o que acontece no planeta.
É uma espécie de grito da própria natureza que se expressa de formas diferentes em pessoas diferentes. A alergia não é aos alimentos mas sim à forma como são cultivados  - não é ao ar mas à crescente contaminação do mesmo - e por aí fora...ou seja, esse apelo/grito da Terra pede acção na mudança urgente e radical em como está a ser tratada em muitas formas e graus.
Os mais sensíveis e que apanham tudo isso, não devem pensar "porquê eu?" mas sim, o que é que isto me está a dizer, onde está a frente de batalha para a qual estou a ser chamado? A Terra pede ajuda, pede que lutem por ela pela sua sobrevivência...
Curiosamente este não é o tempo de "descanso" mas sim o do combate à normose, à alienação que grassa em todos os campos sociais, o Céu e a Terra exigem de vós escolhas! 
Cada consciência representa uma escolha, cada escolha contribui para acentuar ou atenuar os efeitos das forças telúricas em movimento, que não serão detidas, mas podem ser diminuídas, na sua inexorável expressão na superfície planetária.
A razão da vossa existência (do projecto humano) foi o de demonstração de empatia pelo meio e formas de vida colocadas à sua disposição, a empatia expressa-se por: "respeito - colaboração - defesa de", ou seja escolhas!
Tão mais fácil é a abstracção da razia de destruição das formas de vida, humanas ou não, as frentes são tantas que vos acanham, por se acharem incapazes de  lidar/lutar por elas, mas o Criador sabe disso, conhece-vos melhor que vós próprios...mas, a consciência tem a ferramenta/arma mais forte e decisora que é, escolhas!
E estas têm que ser expressas por acção, dar exemplo, dizer não...pois só assim se vincam no pensamento. E as expressões e teores da escolha criam uma espiral de afirmação que perante o Cosmos define, se vale ou não, a intervenção divina no sentido de ascensão, ou destruição...
Num meio onde a maioria das consciências estão adormecidas e continuamente embaladas no dia-a-dia em pseudo realidades deletérias para que não despertem, aquele que vê tem a redobrada responsabilidade de esclarecer, alertar, e exemplificar.
No que toca às modernas tecnologias da morte, (indiscriminadamente) tudo está interligado, quando a maioria não materializa as suas escolhas, ou fazem escolhas contrárias à realização empática da razão da vossa existência, abrem as portas do “inferno”, dão aval e licitude a tudo o que agora vos horroriza como as armas químicas, as doenças mortais criadas em laboratórios, e estas armas que são apresentadas com a maior naturalidade, pelo factor da sua eficácia para matar, matar a eito, com guerra ou sem guerra, só porque é fácil…quiçá até porque é divertido para as mentes sociopatas que tomam como suas, a vossa falta de escolhas!


E as erradas ou inexistentes escolhas são as que no aqui e agora têm no ecrã da vossa realidade e para as quais, ou desviam o olhar, ou estão inseridos nelas, ou calam, por medo ao julgamento social, e a esse medo dão a pomposa designação de “direito pessoal”… e são tantos os exemplos, que darei apenas alguns:
- quando o aborto se torna legalizado, recomendado, e opção de contracepção e ou controlo de natalidade
- quando a eutanásia (homicídio) se torna legal e subjectivamente obrigatória, para idosos, doentes crónicos, incapacitados em qualquer forma
- quando nas guerras, que hoje nada mais são que um meio de domínio, assassinato e roubo de um povo ou país se chama às vitimas civis “danos colaterais”
- quando um pobre que rouba bolachas num supermercado é apanhado, é-lhe atribuída pelos juízes uma pena maior que a que é dada aquele que comprovadamente cometeu abusos sexuais (homicídio emocional e psíquico) sobre crianças por vezes durante anos
- quando defendem convictamente comportamentos de cariz sexual aberrantes, antinaturais, que ignominiosos lobbies (extensões dos poderosos governos sombra e dos magos negros que os encabeçam, cuja pretensão é o aniquilamento da maior parte da humanidade) querem fazer-vos crer que são normais, quando estes estão na base de muitos outros comportamentos perversos

E vós, cada um de vós, perante todas estas atrocidades que só a espécie humana comete, calam, abstraem-se, e amarfanham o compromisso da vossa existência que é, pela via da profunda intenção e acção, o dizer não, e o de fazerem escolhas!

Ao não serem expressas, estas  assumem-se pelo aglomerado da energia deletéria dos exemplos dados, e tantos outros, o mal à solta, o inferno na terra. O vosso silêncio, omissão, a não escolha, permitiu, e permite que, violar, torturar, matar, e suas derivações se tenham tornado, “naturais”

As sagradas leis universais são imutáveis, regem as plataformas de vida de todos os universos, na continuada falta das vossas boas escolhas, dizei-nos, que esperais?


M



Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja Bem-Vindo