Bem-vindos a este espaço de partilha de todos para todos

Google+ Followers

sábado, 3 de março de 2018

Não retirem a carne às crianças!



Não retirem a carne às crianças! Deixem que sejam elas a abominarem a ingestão de carne!
Sempre que em grupo se fala de vegetarianismo levantam-se vozes que afirmam a sua incapacidade de modificarem os hábitos e os paladares dos demais membros de suas famílias.
Com todo respeito pela liberdade de escolha dos adultos, mas penso ser de premente reflexão, que opções damos às crianças? Qual o grau em que lesamos a sua saúde, o seu desenvolvimento psíquico e espiritual, e mais ainda um planeta desertificado, seu lar, em curto prazo.
Sabemos que cada criança é um mundo em si mesma, na sua personalidade manifesta, e também pelos hábitos, crenças, medos, conhecimentos, adquiridos na família.
Mas penso que uma coisa é comum a todas, a generosidade e a bondade são naturais, e com um total potencial de expansão.
Ensinem-nas a perceber os terríveis malefícios da carne e que sejam elas, e serão elas, a rejeitarem uma alimentação carnívora.
- Por motivos óbvios não podemos confrontar as crianças com os relatos e os vídeos da barbárie que é o sofrimento dos animais para consumo humano, mas podemos de forma apropriada a cada idade, explicar-lhes o que sentiríamos se fossemos nós os dominados por uma raça “superior” a nós e que nos usasse para seu alimento e de formas tão cruéis.
- Para que eles não desacreditem na raça a que pertencem não podemos mostrar-lhes as evidências da calamidade ecológica em curso devida à criação de gado. Mas podemos dizer-lhes que o homem, por ignorância, cometeu erros na sua evolução, erros tão graves que terão um elevado custo para as gerações futuras, para eles…nossos amados filhos e netos… Mas que eles não têm que cometer os mesmos erros, talvez haja ainda salvação…talvez…
- Podemos ainda explicar-lhes, por palavras simples, que muitíssimas das pessoas com quem eles lidam (talvez os próprios pais, os professores) sofrem de uma síndrome conhecida por “depressão”, que se instala no campo emocional das pessoas e que entre as várias causas que a provocam, é a destruição dos canais da sensibilidade provocada pela toxidade e a energia de terror e sofrimento dos animais, que vão impregnados na carne que eles consomem.
Amigos, muitas são as formas em que podemos reiniciar o culto pela vida dos seres sencientes - o respeito pela natureza - e o amor pela humanidade, pelo seu bem maior. 
Por favor despertem, o tempo urge.


Maria Adelina


Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja Bem-Vindo