Bem-vindos a este espaço de partilha de todos para todos

Google+ Followers

terça-feira, 3 de abril de 2018

O grito dos Logos Siderais





As injúrias que vos ensombram e nos assombram

Ø Os gritos da tortura das mulheres que são espancadas e mortas pelos maridos, comportamentos que nem os rácios protótipos ancestrais de vós fizeram. Os gritos calados, espantados, dos filhos que a tudo assistem sem saberem se serão os próximos
Ø Populações inteiras massacradas a mando de sociopatas que dirigem nações
Do Pai, nosso e vosso, vem o clamor antigo, “não causarás dor a qualquer ser senciente”

Ø A moda de dilacerarem os corpos, templos de nós, no mais profuso desrespeito pela perfeição da perfeição que geramos
Ø A tentativa de suicídio é abrangente às experiências de risco em alguns “desportos” na mais profusa contra-natura existente na lembrança do tempo que vos demos – tempo para se aperfeiçoarem, para se aproximarem, para se tornarem deuses, nosso anseio e promessa
Como podeis amar a outros se não vos amais?

Ø Cada protótipo que nasce (vir à luz) leva em si as perfeitas condições apropriadas ao novo ciclo evolutivo com que se comprometeu – aos desafios que vai enfrentar – se no género feminino ou masculino da melhor forma honrar - à luz que opte espalhar – ao sacro_ofício (sacrifício) que optou trabalhar – até à causa da sua morte/renascer
ØPerverteram o magnifico presente dos Pais Criadores, a perfeição da perfeição que na sua esplendorosa e amorosa fusão do corpo sagrado da mulher e do corpo sagrado do homem, vos permite ser geradores de nova vida + elevarem-se por suprema e partilhada vibração ao patamar dos vossos criadores
Ø Reduziram o mais pleno acto de semelhança ao Divino à profusa animalidade da luxúria sempre insatisfeita, porque incompleta, desvirtuada, banalizada, desrespeitada, numa intensa vampirização da energia fundamental uns dos outros dos que se entregam à abominação da prática da sodomia, da violentação, da mercantilização da mais bela dádiva que contempla a perfeição da perfeição que de vós fizemos. Efeito destes comportamentos é o profundo desequilíbrio do que chamais de yin e yang com a descontrolada sobreposição deste último, causa dos males entranhados, e que ameaçam a continuidade da vossa existência
Que fizestes da sexualidade, a mais bela jóia que possuis?

Ø Em expressiva insanidade brincam com experiências genéticas, repetem os erros que a história vos relembra, a de outras civilizações muito mais evoluídas que a vossa, extintas, por erros comportamentais semelhantes
Ø Os fariseus e saduceus do agora, cegos pela ambição do dinheiro e do poder promovem a miséria que assola à maior parte da população mundial pelo controle dos alimentos, pela fomentação das guerras, pela morte anunciada do mais belo ventre materno que vos demos para evoluírem, a Terra
Ø Os demais, na ilusão da segurança e do conforto, tornaram-se coniventes, pela permissividade e pela inacção, pela concordância por omissão…sangram o planeta, extinguem outras espécies que convosco partilham a existência, cometem vilanias impensáveis contra os mais frágeis e indefesos da vossa própria raça
Ø Por múltiplas vezes exterminaram os emissários que por compaixão se voluntariaram para vos recordar vossa génese e missão

Células nossas em vós (o barro com que vos moldamos) desonram-nos aos olhos dos Povos do Cosmos e da sua Ética, que exigem reparação

Também os deuses choram…

Amaududa


Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja Bem-Vindo