Bem-vindos a este espaço de partilha de todos para todos

Google+ Followers

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015



“Nada nem ninguém é perfeito até tu o amares “

Nesta frase encontramos a quintessência da ideia do amor pleno e da responsabilidade individual  na materialização de algo que não é uma utopia, mas sim uma esperança ao alterarmos o foco da nossa visão, da nossa aceitação, da nossa compreensão.
Cremos ser também este um aferidor da “qualidade” da ideia que temos do amor, mas mais que isso ainda, e quando interiorizado, este conceito permite-nos elevar os demais a outro patamar de perfeição. Creio que nenhuma outra postura de consciência nos aproxima tanto da afirmação do Nazareno, “ Vós Sois Como Deuses”.
A esfera do nosso dia-a-dia, aquela que vai rolando sem um ponto de partida ou chegada, é apenas um carrossel de oportunidades constantes, onde podemos baixar a guarda, estender a mão, abrir o coração.
Quando limpamos a mente, aquilo que pensamos, julgamos, é provavelmente a antítese do que o outro pensa, ou é.
Deixemos fluir a essência do sentir. Na verdade mútua, encontrar a nascente da compaixão; e no espelho d‘água reflectir a fraternidade



“Nada nem ninguém é perfeito até tu o amares “



Maria Adelina de Jesus Lopes





2 comentários:

Seja Bem-Vindo